Quais são os guias para o sucesso? Aqueles que com mapas irão conduzir sua marca pelos desfiladeiros da competição e pelas provações de cada tentação atrás da próxima bifurcação? Certamente você pode pensar que um dia ela irá encontrar seu lugar. Entre cercas fincadas de madeira e muros de pedra em suas terras, ali estarão estabelecidos os limites para sua vida e decidido seu destino. Um lugar para descansar ao som do dinheiro fluindo por seu caixa.

Sinto muito em dizer. Não existirá tal lugar. Não no sentido definitivo. A competição poderá ter calmarias, os concorrentes poderão sumir por um tempo, seus lançamentos podem navegar sozinhos pela preferência das pessoas. Mas não será o paraíso. Sua marca não chegará lá. Ela ficará presa na eterna busca por este lugar, mesmo que por alguns breves momentos pense ter encontrado.

O mais justo com sua marca será admitir que ela precisará conviver com o incerto. Com as verdadades não absolutas, com as mentiras temporárias. Sem instruções exatas, o melhor é abraçar a busca pela sua sobrevivência com o coração cheio de propósito verdadeiro e a cabeça com alternativas para busca-lo.  Em uma das passagens mais marcantes e definidoras da aventura de Shackleton pelo continente gelado, após perder o rumo e seu meio de transporte, conta o seguinte: “Nada tinha o menor valor se comparado à sobrevivência. Arrancou a folha de rosto e o Salmo 23 da Biblia que ganhara da rainha Alexandra. A perda do navio significou a perda do último laço que ainda ligava os tripulantes à civilização.”

O desprendimento para aceitar que o incerto é a certeza que vai permear o caminho de sua marca é algo que precisa te acompanhar. Os mercados são selvagens e ninguém irá te respeitar por usar um chambre de seda. Quando perceber que virou alvo, nunca se deite no chão. Não haverá pena. Não irão parar de te bater. Irão chutar sua cabeça e sua chance de terminar ali mesmo será muito maior. Não importa o que aconteça, fique de pé. Sempre!

Escape das ilusões daqueles que oferecem mapas prontos. Dos vendedores de fórmulas definitivas. Dos sabichões que por já ter visitado o paraíso, dizem conhecer o caminho até lá. Ele já mudou de lugar, não existe mais do jeito que era um dia. O jogo das marcas e da competição não é xadrez, não tem regras, peças e tabuleiro que nunca mudam. Aceite isso e viverá de forma mais honesta. Além de melhorar suas chances de levar mais adiante sua marca.

Felipe Schmitt-Fleischer

www.felipefleischer.com

 

Post to Twitter